“Prestações do fracasso”, Rosy Wilson

0
118

Traduzido por Mattia Faustini

Na urgência de curar as minhas psicoses
são prescritos anti-depressivos, SSRIs
com lítio para acalmar os ânimos e
como última medida, doze sessões
de TEC sob anestesia.

Ninguém abranda, explora as razões
de sintomas extremos nesta fase de
uma longa vida.  Poderão ser atribuídos a um trauma precoce, 
morte do pai com apenas nove meses de idade,
mãe a sufocar a sua própria mágoa?

O meu amigo diz: "Isto não é um fracasso.
mas uma fratura". Talvez depois.
O estigma da doença mental, ala psiquiátrica
não admite os conhecimentos e a compaixão
que nós, os loucos, aprendemos por nós e pelos outros.

Pedimos ambientes mais suaves
do que a detenção em hospitais psiquiátricos, quartos
para descansar e recuperar nas comunidades,
cuidados e conversações úteis, valor
dado à nossa compreensão mais profunda.

Breakdown Benefits

In their urgency to cure my psychoses
anti depressants, SSRIs are prescribed
with lithium to settle moods and
as a last measure twelve sessions
of ECT under anaesthetic.

Noone slows down, explores reasons
for extreme symptoms at this stage of 
a long life.  Can they be traced to early trauma, 
father’s death when only nine months old,
mother smothering her own powerful grief?

My friend says, “This is not a breakdown
but a break through.”  Maybe afterwards.
Stigma of mental illness, psych ward
doesn’t admit the insights and compassion
we mad people learn for ourselves and others.

We ask for gentler environments
than mental hospital detention, rooms
for rest and recovery in communities,
care and helpful conversations, value
placed on our deeper comprehension.​

***

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui