Em Destaque

Propostas abertas para uma loucura estratégica

A dádiva da ajuda é muitas vezes um caso faustiano. Para ajudar os loucos ou os deficientes, as organizações sem fins lucrativos, as agências estatais e os grupos de defesa pedem-nos que nos apresentemos perante multidões em conferências, galas, cartazes anti-estigma ou vídeos inspiradores e que sejamos a deficiência que vêem em nós. É absolutamente vital que aumentemos a rede de lugares onde é aceitável e expectável ser-se louco, mas também precisamos de espaços onde possamos ser algo diferente daquilo que somos, pois é aqui que vive a loucura da loucura.

Mad no Mundo

Algures na Web

Testemunhos

De onde vem a autocompreensão?

Socialmente, aceitámos uma forma diagnóstica de interpretar e aceitar a diferença, o que também molda a nossa perceção da autocompreensão. No entanto, é possível pensar e atuar de forma diferente.

Isto faz-nos pensar sobre a realidade da psiquiatria – como paciente e como profissional

É tempo de repensar e reconstruir todo o contexto do trabalho em saúde mental. Tal como está, não parece fazer muito sentido.

Lições Aprendidas ao Partilhar sobre Ouvir Vozes

O início foi difícil. Depressa me apercebi que não era útil dizer a uma pessoa que o que ela acreditava sobre "doença mental" não era verdade. A reação era muitas vezes defensiva, enquanto alguns expressavam raiva. Não era minha intenção dizer a ninguém que estava pessoalmente errado. No entanto, a troca de ideias acabava muitas vezes em hostilidade.

Subscrever

 

 

Redes Sociais

Próximos Eventos

15-19 de Abril 5.º Encontro Internacional de Saúde Mental: Slow Psychiatry – Human Rights and Democratic Mental Health | Fundação Romão de Sousa (Porto|Online)

2 de Maio – 26 de Agosto Exposição – Procissão: Louvar e Santificar | Manicómio/MAAT (Lisboa)

2-5 de Julho 20th Biennial ESHMS conference 2024: Intersectionality & Inclusion in health | European Society for Health and Medical Sociology (University of Antwerp)

De Que Falamos

Galeria de Vídeos